Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Um Método Perigoso

Diretores com estilo próprio costumam chamar a atenção da crítica e do público. O canadense David Cronenberg sempre teve seu estilo associado a filmes em que seus personagens apresentassem anatomicamente formas, literalmente, agregadas ao universo contextual de suas histórias. Como se a teoria de Marshall McLuhan(autor do livro "Os meios de comunicação como extensões do homem") fosse colocada em prática em filmes como Videodrome (1983), A Mosca (1986) e Existenz (1999). Essa característica sempre foi tão forte ao ponto do diretor ganhar o apelido de David CronenBLERG, como reação de repugnância provocadas pelas cenas de seus filmes. No entanto, a partir de 2002 com Spider, Cronenberg parece estar menos escatológico e mais psicológico. Tal tendência segue nos filmes seguintes, sempre estrelados por Vigo Mortensen: Marcas da Violência (2005), Senhores do Crime (2007) e Um Método Perigoso (2011).
Neste último percebemos que Cronenberg, na verdade, não mudou de estilo, ele soment…