Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Diário do Festival do Rio 2008 (parte 2)

Imagem
O cineasta iraniano Mohsen Makhmalbaf, que dirigiu filmes como, o interessante, “Salve o Cinema” (Salaam Cinema, 1995), tem duas filhas que resolveram seguir a mesma carreira do pai. Samira e Hanna Makhmalbaf. Samira já havia estreado nas telas, aos 18 anos de idade, com o filme “A Maçã” (Sib, 1998). E agora a sua irmã, Hana, com apenas 14 anos, se faz presente no Festival do Rio 2008 com E Buda Desabou de Vergonha (Buda Az Sharm Foru Rikht , 2007). Trata-se de um filme puro nas imagens, na narrativa e na sua história, e por isso revela um específico complexo contexto de vida. Assim, como outros filmes de diretores iranianos, ele possui um certo tom de documentário, e talvez o seja, afinal a realidade, muitas vezes, se confunde com uma ficção.


Falando em filhas de cineastas, Jennifer Lynch, filha de David Lynch, está de volta! Depois do bizarro “Encaixotando Helena” (Boxing Helena, ano), ela surpreende mais uma vez com Sob Controle (Surveillance, 2008). Estrelado por Julia Ormond e Bil…